Jornal Portugal - Por Marcelo Belchior

LEIA+

Eliane mostra como as músicas do Brasil e de Portugal sempre estiveram muito próximas: “as modinhas portuguesas misturavam-se aos violões da colônia e impregnavam-se da malemolência tipicamente brasileira...

Opalácio São Clemente, residência oficial do CônsulGeral de Portugal no Rio de Janeiro, abre mais uma vez suas portas para o premiado projeto ‘Música no Museu’, recebendo, neste sábado, às 18h, a musicista Eliane Salek numa homenagem a Amalia Rodrigues e Carmen Miranda. Música no Museu é a versão brasileira do que acontece nos museus de maior expressão no mundo que, a par de suas atividades principais nas artes plásticas, dedicam amplos espaços à música. Todos os concertos são gratuitos e neles busca-se privilegiar a música de boa qualidade. O sucesso alcançado nos concertos do Projeto resultou numa parceria para a produção do mais novo trabalho da mezzosoprano, pianista e flautista Eliane Salek: o CD “Modinhas e Chorinhos Eternos”. Neste trabalho, Eliane mostra como as músicas do Brasil e de Portugal sempre estiveram muito próximas: “as modinhas portuguesas misturavam-se aos violões da colônia e impregnavam-se da malemolência tipicamente brasileira. Essas modinhas, unindo-se aos bandolins, deram origem mais adiante ao fado português e à serenata brasileira”. Eliane integra o Coro do Theatro Municipal do Rio de Janeiro, é formada em piano e flauta pela UFRJ, mestre em música brasileira pela UNIRIO e fez especializações em canto lírico e música antiga em im portantes conservatórios da França. Acompanhou grandes nomes da MPB como Sivuca, Toquinho, Elba Ramalho, Elizeth Cardoso, entre outros. Em 2001, no Rio de Janeiro, criou e coordenou o projeto de concertos didáticos “Raízes, Tronco, Folhas e Frutos da Música Brasileira de Matrizes Africanas”, conhecido como “Raízes”, no Centro Cultural José Bonifácio. Preparou toda a pesquisa, roteirizou, coordenou a equipe de produção e atuou cantando, tocando, e falando sobre a obra dos grandes vultos da música brasileira. No concerto deste sábado, Eliane homenageia um dos maiores expoentes da música portuguesa, cantora dos mais belos e emocionados fados, Amália Rodrigues, pelos 10 anos de sua morte, e, também, a mais brasileira das portuguesas, Carmem Miranda, pelo centenário de seu nascimento. Em seus 12 anos, o Projeto Música no Museu já foi assistido por mais de 250 mil pessoas, e neste promissor concerto está um indeclinável convite a você fazer parte deste expressivo público. Não perca, são apenas 200 lugares e a entrada é franca.

Please reload